Bitcoin volta a ultrapassar o valor de US$ 1 mil após três anos e chega a US$ 1.080!


No artigo anterior falei sobre as possíveis e prováveis alta do bitcoin no ano de 2017. Já na primeira semana do novo ano o bitcoin aumentou 2,5%, segundo informações levantadas do câmbio Bitstamp na Europa, atingindo o valor de US$1.022, o que em reais é cerca de R$3.340.

E nesta quarta-feira 04 de janeiro de 2017 a máxima chegou a

US$ 1.080! Segundo as grandes bolsas, como  BitfinexKraken e BitStamp.

A última vez que o bitcoin atingiu um valor tão alto assim foi em dezembro de 2013, quando chegou a valer mais de US$1,1 mil.

Nos últimos anos, o valor do bitcoin veem se tornando mais estável. Para se ter uma ideia, em 2016 suas maiores fltiações diárias não ultrapassaram os 10%. Mesmo assim, a porcentagem nem se compara às quedas e os aumentos apresentados no ano de 2013, que chegaram a 40%.

Em 2016, a moeda digital valorizou-se em quase 125%, em meio a compras intensas da Índia e da China, com os investidores buscando se proteger contra a desvalorização das moedas, controles de capital e a falta de caixa.

Os compradores europeus e americanos também foram relevantes no volume de negociações, após mudanças políticas dramáticas e principalmente a ascensão de Donald Trump no senário mundial, os investidores estão buscando segurança financeira.

 

Segundo analistas os preços da moeda digital irão aumentar ainda mais, chegando ao valor histórico de aproximadamente US$ 1.216 no curto prazo. Alguns até esperam que ela atinja paridade de preço com o ouro no decorrer deste ano, em meio à crescente demanda por ativos alternativos.

O bitcoin é uma moeda digital e não tem suporte de nenhum governo ou banco central que a regule ou emita. Ela pode ser utilizada para comprar bens e serviços de lojas e varejistas on-line.

Se você deseja aproveitar este momento de grande valorização do bitcoin para comprá-los ou vende-los conheça a Foxbit!

Leia também  Instituições financeiras realizam transações com a tecnologia do bitcoin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×