6# Passos para manter seus bitcoins em segurança


Segurança dos bitcoins

Da mesma forma que o dólar é uma moeda padrão internacionalmente, no mundo digital, a moeda que vem cada vez mais ganhando espaço é o bitcoin, uma moeda digital que pode ser facilmente convertida em real ou em qualquer outra moeda. A negociação dessa criptomoeda é concentrada na internet sem a necessidade de mediadores ou autoridades financeiras, como bancos privados.

Os tramites necessários como a cotação, compra e venda, são feitos on-line e de maneira descentralizada. Os bitcoins são armazenados em uma espécie de “carteira”, onde podem ser administrados por meio da internet no dispositivo eletrônico do próprio usuário. Apesar de ainda muitos não terem usado a moeda virtual, é interessante que desde sua criação em 2008 a aceitação do bitcoin como forma de pagamento on-line tem aumentado significativamente. Isso significa que existe uma boa chance de que você passe a ser mais um dos inúmeros usuários da moeda virtual bitcoin.

Por se descentralizado, a segurança dessa moeda virtual é considerada alta. Infelizmente por ter se tornado tão popular, essa moeda tem se tornado alvo de pessoas má intencionadas, vimos recentemente uma prova isso, um ataque virtual em escala global. Em sua maioria são malwares dirigidos às carteiras armazenadas em dispositivos conectados à web.

Geralmente, o código malicioso é instalado junto com aplicativos, extensões do Chrome ou até mesmo atualizações de software para assim conseguir ter acesso a informações relevantes como endereço e senha, da carteira, e então passam a furtar o saldo disponível. Em fevereiro de 2014, o Dell SecurityWorks conseguiu registrar 146 tipos de vírus diferentes que tinham como objetivo roubar dados dos clientes.

Vale lembrar que se os seus bitcoins forem roubados, não há seguro para ressarcir os valores.

O que fazer para manter seus bitcoins seguros?

A partir de agora você confere dicas importantes de como se proteger desses ataques virtuais.

Bancos on-line são seguros?

Infelizmente os bancos on-line não oferecem garantia de devolução do dinheiro em caso de roubo e muitos não dispõem de total segurança para enfrentar ataques de hackers. Isso torna muito mais fácil violar a segurança de uma entidade digital do que de uma física.

O que fazer?

Tenha o mesmo critério de usar sua carteira bitcoin como você usa sua carteira de bolso. Não seria prudente deixar todo o seu patrimônio em uma carteira de rápido acesso, seria melhor deixar apenas o suficiente para gastos pontuais do dia a dia. De modo que o restante fique em um lugar seguro off-line.

1# Escollha uma carteira segura

Ao escolher uma carteira, de preferência a serviços que oferecem maior segurança, como por exemplo os aplicativos Electrum e Armory. Eles permitem armazenar seus bitcoins criptografados no disco rígido do seu computador.

 

2# Mantenha a carteira off-line

Por manter sua carteira off-line, totalmente desconectada da internet, você diminuirá os riscos, uma boa solução é usar um disco rígido externo ou um pen drive USB. Daí quando precisar fazer uma transação, transfira seus bitcoins para um dispositivo conectado.

 

3# Gere  uma senha segura

Aí está uma excelente dica: para que sua senha fique bem segura use letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais. Lembre-se de não usar a mesma senha do seu e-mail ou das suas redes sociais pois elas podem ser facilmente roubadas por um programa espião.

Hoje em dia temos vários softwares que geram senhas fortes em um gerenciador, semelhante ao LastPass.

Vale lembrar que se você esquecer a senha, pode ter seu saldo perdido definitivamente. Seria melhor anotar a senha e mantê-la guardada em um local seguro.

 

4# Use autenticação em 2 passos

Dê preferência para usar a autenticação em duas etapas para bitcoins que estiverem na carteira on-line. Todos os sites que lidam com bitcoin e outras criptomoedas permitem configurar uma autenticação em 2 passos, nós recomendamos fortemente que você utilize o Google Authenticator.

 

 5# Não se esqueça de encriptar

É muito importante criptografar os dados para garantir que a segurança dos bitcoins seja mantida.

6# Use antivírus nos dispositivos

O uso de um bom antivírus vai fazer com que os malware fiquem longe e evitará que os invasores tenham acesso a sua carteira.

Seguindo essas dicas você estará cada vez mais protegido!

Leia também  Regulamentação do bitcoin no Brasil – Câmara cria comissão para discutir o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×