O que é um Hard Fork e como pode afetar o bitcoin


O que é um Hard Fork e como pode afetar o bitcoin

Você sabe o que é um Hard Fork e como pode afetar o bitcoin?

Pois saiba que os desenvolvedores estão em constante investigação para identificar a melhor forma de executar o chamado “Hard Fork”, que nada mais é do que uma ferramenta de atualização totalmente controversa dessa grande rede de aproximadamente 19 bilhões de dólares.

O ponto determinante é que para que possa ser usado de maneira eficiente e limpa, e sem que hajam eventuais consequências, o hard fork solicita de maneira determinante que todos os mineradores sejam deslocados para um novo bloco.

Alguns estudos revelam que algo muito semelhante ao que aconteceu em 2016 pode se consolidar novamente, ou seja, ocorreu do Etherereum acabou se dividindo em duas redes distintas – e isso ocorreu logo depois do hard fork, onde ocorreu a discordância de alguns usuários.

Mas é importante salientar que o hard fork nem sempre pode apresentar o mesmo resultado.

 

O que é um Hard Fork e como pode afetar o bitcoin – entenda do que se trata o fenômeno!

Há uma grande chance do bitcoin sofrer uma divisão – e isso poderá ocorrer caso uma boa parcela de mineradores resolver migrar para o BitcoinUnlimited e passar a minar blocos muito mais substanciais do que um megabyte.

Isso porque enquanto alguns usuários resistirem em manter o atual protocolo bitcoin, a chamada rede blockchain poderá ser dividida em duas.

Nessa situação poderá ocorrer de haver dois perfis diferentes detokensbitcoin:

  • BTC – que visa seguir o atual protocolo já difundido no mercado
  • BTU – que deverá seguir um novo protocolo de Bitcoins ilimitados.

Mas calma! Há também uma boa noticia com relação a esse fenômeno! Isso porque cada unidade de bitcoin deverá ser copiada para a rede de BitcoinsUnlimited. Por isso, se você possui bitcoins, poderá ter em seu poder tanto o BTC quanto também o BTU!

Mas nem tudo é um mar de rosas! – Com a divisão dos bitcoins, poderá haver uma série de confusões e riscos mais frequentes por parte dos usuários que seguem essa linha de investimentos.

Isso poderá acontecer principalmente porque, logo no início do processo, todos os BTC’s e BTU’s poderão ficar retidos de maneira unificada, e nesse caso o minerador precisará fazer a separação de ambos de alguma maneira.

Caso isso não seja efetivamente feito, o usuário simplesmente poderá correr o grande risco seu investimento em BTC ou até mesmo em BTU!

 

Uma separação de moedas Bitcoins envolve riscos! Fique atento!

Vale destacar que uma divisão de moedas representa uma grande situação de risco, isso porque existe uma chance substancial de ocorrer uma “ciber-batalha”, que poderá se espalhar amplamente nas duas redes.

Justamente por esse motivo, a taxa referente ao câmbio de bitcoins poderá cair de maneira abrupta – chegando até mesmo a atingir uma taxa nula (zero).

Por isso, para preservar suas bitcoins com unhas e dentes, o caminho mais promissor é procurar controlar por conta própria todas as suas chaves privadas.

Se por acaso as suas moedas estiverem armazenadas em uma Exchange, ou até mesmo em uma carteira, como por exemplo, a Coinbase, Xapo ou Circle, bem como em outros serviços há grandes chances de não receber suas BTU’s ou BTC’s.

Por isso, quem está utilizando esses serviços de armazenamento da moeda, precisa o quanto antes realizar a criação da sua própria carteira – uma dica é enviar suas moedas para essa nova carteira criada e assim deter de total controle das suas chaves privadas!

Agora que você já sabe o que é um Hard Fork e como pode afetar o bitcoin, não deixe de realizar esses procedimentos e garanta a proteção das suas moedas!

Leia também  Coinbase regulamentará o Bitcoin em Exchange nos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×