21 Milhões de Bitcoins – O que acontecerá depois?


21 Milhões de Bitcoins – O que acontecerá depois?

Na nossa era virtual, a moeda bitcoin se tornou a principal moeda digital existente no mundo. Podemos destacar três razões para afirmarmos isso, a primeira é que por ser diferente das moedas nacionais o bitcoin não é emitido por um banco central de um país; segundo, o bitcoin não está ligado as normas políticas e econômicas de um governo; e a terceira e mais importante razão é que, há um limite de emissão de Bitcoins: 21 milhões de BTC.
Essa terceira razão pode levantar algumas duvidas sobre o limite do bitcoin, por isso nesse post você vai descobrir a resposta e se inteirar ainda mais de como funciona o sistema bitcoin.

 

 Por que o limite de 21 milhões

Antes de responder a essa pergunta, é importante nos lembrar de que a moeda digital não é emitida por um banco central e que o limite máximo de 21 milhões em circulação, já é pré estipulado pelo próprio algorítimo do bitcoin. Isso porque ela é minerada por um sistema software descentralizado que paga a cada período de aproximadamente 10 minutos, um montante de bitcoins para quem solucionar de maneira mais rápida algumas operações criptografadas,  que isso requer uma abrangente capacidade de processamento.

 

Na definição original cada montante continha 50 bitcoins. Daí em 2012, esse número passou a ser reduzido pela metade a cada periodo de quatro anos. Fazendo uma conta rápida, chegamos ao valor de 12,5 no ano de 2017.
Fica claro então que a quantidade de moedas digitais circulando está na casa dos 16 milhões e estímasse que aumente de maneira cada vez mais lenta com o passar do tempo. Gráficos mostram que o último bitcoin a ser emitido será em torno do ano 2140.

 

O que dizer da inflação?

Quanto a inflação as notícias são animadoras pois o bitcoin tem um limite máximo de expansão e isso não permite que os preços em bitcoin sejam inflacionados subindo de maneira aleatória assim como vemos acontecer com reais ou dólares.
Como o bitcoin não esta vinculado a governos ou bancos, ele escapa da temida inflação que os governos afim de manterem a economia, mantem a inflação de cerca de 2% ao ano.

 

O bitcoin pode acabar?

Como um numero tão expressivo de 21 milhões pode acabar? Bom, sabemos que há muito mais do que 21 milhões de dólares ou de reais em circulação. Mas ha uma monstruosa diferença, essa encontra-se no fracionamento dos bitcoins.
As moedas nacionais são divisíveis por cem — menor fração de um real é um centavo, por exemplo. Consideremos que cada Bitcoin pode ser dividido por até cem milhões. A menor fração do bitcoin é chamada de Satoshi, em referência ao pseudônimo do criador da moeda, e vale 0,00000001 BTC.

Como isso entendemos que os 21 milhões de bitcoins podem ser divididos entre varias empresas e pessoas, mesmo que estes tenham poucos Satoshis.

Por isso mesmo que a cotação de 1 BTC chegue a 1 milhão de dólares, ainda será possível fazer uma transação de um Satoshi, equivalente neste caso a um centavo de dólar.

 

É o momento certo para investir em bitcoins?

Analise esses dados: desde o seu lançamento em 2009 a cotação da moeda virtual subiu consideravelmente, indo de US$ 5 a mais de US$ 200 em quatro anos. Isso significa que quem procura investir na moeda virtual pode fazer isso desde já, pois os dados revelam um crescente aumento ano a ano.

Apesar do período de rápida ascensão ter terminado, ainda podemos ver bons retornos. Exemplo: em 2016, a moeda teve uma valorização de cerca de 85%.
Saber qual é o momento que a cotação esteja abaixo da máxima histórica é essencial para garantir um bom negócio.
É obvio que assim como todo investimento, este é um investimento de risco, assim como ações, fundos e bolsas de valores. A cotação do bitcoin é bastante volátil, o que torna o retorno no curto prazo completamente imprevisível. Por isso, a aplicação com esse fim não é recomendada.

 

Investimentos que têm como objetivo o rendimento em longo prazo, são uma boa opção para aqueles que tem o objetivo de formar patrimônio ou agregar um ativo de alto risco à sua carteira de investimentos.

Então a partir de agora você já sabe tudo sobre o limite de 21 milhões de BTC. Compartilhe sua experiência conosco!

Leia também  O que é Bitcoin - Entenda de uma Vez Por Todas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×